Otimista com Renovabio, Fenasucro & Agrocana projeta R$ 4 bilhões em negócios

Considerada a maior feira do setor sucroenergético no país, a Fenasucro & Agrocana anunciou a expectativa de movimentar R$ 4 bilhões em negócios na 26ª edição do evento, entre 21 e 24 de agosto, em Sertãozinho (SP).

O valor representa crescimento de 7% em relação ao ano passado e supera, inclusive, tudo o que foi negociado na Agrishow 2018, a maior feira de tecnologia agrícola da América Latina, que movimentou R$ 2,7 bilhões, em maio.

Para o gerente da Fenasucro, Paulo Montabone, a regulamentação da Política Nacional de Biocombustíveis, a chamada RenovaBio, em março, deve impulsionar as vendas, já que prevê aumento na produção de etanol, além de elevar o percentual de biodiesel no diesel comum.

 “Nós temos que dobrar a produção de etanol até 2030. Quando a gente fala em dobrar a produção no Brasil, pensa em construir mais 290 usinas ou tornar mais eficientes as que já existem? Vamos montar mais termelétricas ou vamos fazer um retrofit [modernização] no que já existe? A Fenasucro oferece tecnologia para isso”, explica.

Ao mesmo tempo, a expectativa de alta na produção e na utilização de bioenergia também deve impulsionar o setor, a partir da valorização da biomassa – utilização do bagaço de cana-de-açúcar para gerar eletricidade – no cenário nacional.

Dados da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) apontam que a energia elétrica exportada e gerada a partir do bagaço da cana pode até “substituir” as hidrelétricas durante o período de estiagem, quando o nível dos reservatórios diminui.

“Quando a gente fala em energia, ela está em todas as vertentes: no etanol, na cogeração e até no corpo, através do açúcar. Então, o olhar sobre o setor está mudando. A gente sai do coronelismo antigo para empresas high tech, de biotecnologia. Existem usinas na Índia, em toda a América Latina e no Caribe com tecnologia brasileira”, afirma Montabone.

Em 2018, a Fenasucro & Agrocana tem como tema "Sinal verde para o futuro" e, segundo o gerente, também deve discutir temas importantes, como sustentabilidade e proteção ao meio ambiente, aliados à eficiência produtiva no campo e na indústria. (Matéria continua)

(Fonte: G1, 28/06/2018, https://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/otimista-com-aprovacao-da-renovabio-organizacao-da-fenasucro-and-agrocana-projeta-r-4-bilhoes-em-negocios.ghtml ) (Título reduzido para melhor edição na página, título da matéria: Otimista com Renovabio, organização da Fenasucro & Agrocana projeta R$ 4 bilhões em negócios)

Digite o que você procura