IAC desenvolve pesquisas em prol do açúcar e do produtor

O Instituto Agronômico (IAC) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo necessitava, nos anos 90, de uma reorganização institucional, pois passava por problemas de sustentação financeira - que começaram no fim dos anos 70 e foram agravados durante os 80. A reforma do IAC então começou na década de 90, quando foram criados projetos como o Pró-Cana.

 Outros fatores para criação do programa foram a vontade interna de revitalizar a pesquisa com a cana-de-açúcar e a demanda de usuários, estimulando o desenvolvimento de novas variedades. O projeto principal foi pensado para o melhoramento genético visando à obtenção de variedades mais produtivas, com maior riqueza em açúcar e com outras características que proporcionem vantagens econômicas.

Como resultado, em outubro de 1994, efetivou-se o Pró-Cana, que integra em suas atividades várias áreas de pesquisa como a fisiologia, fertilidade e climatologia.

Açúcar - Em 2013, em parceria com o Pró-Cana do IAC, a pesquisadora Elisangela Marques Jeronimo Torres, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), coordenou um estudo na Unidade de Pesquisa de Jaú utilizando 10 variedades de cana para produção de açúcar mascavo, objetivando avaliar diferenças na qualidade do produto final. 

A pesquisadora diz que “o resultado foi muito expressivo, pois nas condições de produção em escala artesanal houve influência direta da variedade de cana em relação à cor e ao rendimento do açúcar mascavo. No projeto de pesquisa, também estudamos alguns ajustes tecnológicos de processamento do caldo de cana para produção do mascavo, dentre eles a utilização do bicarbonato de sódio para dar ponto do açúcar em escala de produção artesanal”. 

Com a estrutura e a linha de pesquisa montadas por Elisangela, a atual gestão do Polo de Jaú dá continuidade ao trabalho de uma forma prática, diz Gabriela Aferri, especialista em cana forrageira. “Nossa Unidade produz, mas não temos pesquisadores nessa área. Nosso conhecimento é prático.” A Unidade trabalha com a transferência de conhecimento, por meio de treinamentos práticos voltados aos produtores. (Matéria continua)

(Fonte: Notícias Agrícolas, 17/05/2018, https://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/sucroenergetico/213892-iac-desenvolve-pesquisas-em-prol-do-acucar-e-do-produtor.html#.Wv8TDu4vzIU)

Digite o que você procura