Açúcar bruto despenca para mínima de 3 meses na ICE; café recua

Os contratos futuros do açúcar bruto na ICE caíram 3 por cento nesta quinta-feira, ficando abaixo do suporte técnico, a mínimas de três meses, enquanto os preços do café também terminaram em território negativo.

O contrato outubro do açúcar bruto cedeu 0,16 centavo de dólar, ou 1,4 por cento, a 11,03 centavos de dólar por libra-peso, depois de ser negociado a 10,83 centavos de dólar, mínima em três meses.

Os preços foram pressionados pela fraqueza do real, o que encoraja os produtores brasileiro a vender, enquanto o foco do mercado permanecia na ampla oferta global, principalmente na Índia e na Tailândia.

Uma falta de sinais altistas nos dados da produção do Brasil na quarta-feira também afetou os preços, disse um operador norte-americano, apontando um aumento de concentração de açúcar.

O açúcar branco para outubro teve perda de 3,30 dólares, ou 1 por cento, a 324,10 dólares por tonelada. O contrato setembro do café arábica recuou 1,5 centavo de dólar, ou 1,3 por cento, para 1,0955 dólar por libra-peso. O café robusta para setembro fechou em baixa de 28 dólares, ou 1,7 por cento, a 1.652 dólares por tonelada.

(Fonte: Reuters, 26/07/2018, reproduzido pelo Último Instante, https://www.ultimoinstante.com.br/ultimas-noticias/economia/acucar-bruto-despenca-para-minima-de-3-meses-na-ice-cafe-recua/248605/)

Digite o que você procura